Como são explorados os direitos patrimoniais?

Muitos autores não conhecem ou têm condições para gerir os seus direitos patrimoniais, pois a produção, disseminação e distribuição em massa exigem investimento e capacidade negocial alargada, além de organização administrativa e suporte jurídico especializado. Em Portugal, é comum os autores solicitarem a entidades de gestão coletiva que os representem nas respetivas áreas de atividade, por meio de contratos, funcionando aquelas entidades como representantes dos autores e com capacidade para gerir, cobrar e distribuir as receitas de direitos.